Notícias

Sped: confira os principais erro na implantação — e suas soluções

por Adriele Marchesini

22/06/2009
Segundo a Aliz Inteligência Sustentável, as dúvidas são divididas por área: a Fiscal e a Contábil

SÃO PAULO - A implantação do Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) ainda causa muitas dúvidas aos contribuintes. Segundo a Aliz Inteligência Sustentável, companhia especializada na gestão de tecnologia do processo, são duas as principais dúvidas, que podem ser divididas por área: a Fiscal e a Contábil.

As informações foram concedidas na última semana, durante o 3º Fórum Nacional de Sped e NF-e, realizado pela Federação Brasileira do Desenvolvimento Empresarial (Febracorp).

Conforme a consultoria, no caso fiscal, existem dificuldades recorrentes na montagem correta dos cadastros das empresas.

Já levando em consideração o contábil, o principal problema se refere à montagem do “de – para”. “A montagem é facultativa”, explicou Jorge Campos, consultor. Ocorre que, sem realizar esse procedimento, as companhias deixam de calcular a incidência do imposto de renda, que será cobrada mais para frente, na hora da declaração.

Segundo a Aliz, cerca de 260 mil contribuintes que precisam entregar os arquivos ao Fisco em 2011 ainda não aderiram ao Sped Contábil. Outros dois milhões ainda não estão preparados para o Sped Fiscal, obrigatório a partir de fevereiro de 2010.

LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.

"Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. (...)
Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais:
< I - a reprodução:
a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos;
(...)"