Notícias

12/06/2009

     

O perigo que vem de dentro

Em todas as palestras e cursos que realizo sobre o SPED, alerto sobre os riscos de guarda, recuperação e segurança de documentos digitais NF-e, Livros Contábeis Digitais (SPED Contábil), Livros Fiscais Digitais (SPED Fiscal), dentre outros, são documentos eletrônicos com validade jurídica, uma vez que são assinados com o certificado digital.

O problema é ter seus documentos eletrônicos vendidos em CD’s no comércio clandestino de informações. Assim, seu concorrente poderá saber tudo que você comprou, vendeu, a quanto, como, quanto e para quem (ou de quem).

Há muita gente preocupada com o vazamento de informações por parte das autoridades. Contudo, na matéria “Perigo que vem de dentro da empresa” de Fernando Souza Filho da PC Magazine, temos o seguinte:

Segundo pesquisa da Symantec feita em conjunto com o Instituto Ponemon, uma alarmante porcentagem de 79% de ex-funcionários já copiaram informações sem autorização de seu empregador e 24% deles tiveram acesso ao sistema ou rede de computadores de empregador após a saída da empresa.

Ainda segundo o estudo, 82% disseram que seu empregador não realizou uma auditoria ou uma revisão dos papéis ou documentos eletrônicos antes que ele/ela deixasse o emprego.”

http://pcmag.uol.com.br/conteudo.php?id=1527

Para compreender, na prática, o tamanho do problema, fiz uma pesquisa em sites de armazenamento de arquivos gratuítos. Em menos de 5 minutos, encontrei duas declarações de imposto de renda pessoa física do ano de 2008.

Parece que os mais de 4 mil anos de convivência com o papel nos ensinaram muito sobre como armazenar, organizar e recuperar documentos físicos com segurança. E agora que vivemos em um mundo intangível, digital? 

Enfim, mais uma vez, ressalto que SPED não apenas é um projeto de área fiscal, contábil ou tecnologia.

Quem o encara assim, só tem despesas e riscos.

Quem vê no SPED uma oportunidade de melhoria da gestão, através das mudanças decorrentes deste B2B Fiscal, obtem ganhos de produtividade, segurança e redução de riscos em áreas administrativas e logísticas. Ou seja, tem um projeto de investimento, com retorno (ROI) e payback.

 

postado por Roberto Dias Duarte

 

LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.

"Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. (...)
Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais:
< I - a reprodução:
a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos;
(...)"