Notícias

 

Reforma tributária pode vir antes de julho

por FinancialWeb

12/06/2009
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, pretende se reunir com líderes da oposição e da base para desenhar acordos

SÃO PAULO - O governo anunciou na última quarta-feira (09) uma força tarefa para garantir que a proposta de reforma tributária seja aprovada pelo Congresso antes do recesso parlamentar de julho.

Para isso, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, pretende se reunir com líderes da oposição e da base para desenhar acordos, informou reportagem da Agência Brasil.

“Semana que vem o relator da proposta, Sandro Mabel (PR-GO), secretário extraordinário de Reformas Econômico-Fiscais, Bernard Appy, e eu vamos nos reunir com as bancadas para esclarecer alguns pontos”, afirmou o líder do governo Henrique Fontana (PT-RS)

Ele ainda fez um apelo para que o texto seja aprovado na íntegra. “A reforma tributária tem uma lógica completa e não dividida”. Fontana disse que nos próximos dez dias o encontro será com os governadores.

As discussões começam na próxima terça-feira (16), na Câmara. O debate sobre a implementação de uma reforma tributária é antiga, tomando força entre 2006 e 2007. A falta de acordo sobre a criação de um tributo federal único, em substituição ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que muda conforme o estado, foi um dos entraves para o insucesso.

 

LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.

"Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. (...)
Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais:
< I - a reprodução:
a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos;
(...)"